Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

GOVERNO COMPROMETE-SE A SALDAR DÍVIDAS DA SAÚDE

O ministro da Administração Interna, Figueiredo Lopes, anunciou ontem a dirigentes da Associação Sócio-Profissional da Polícia (ASPP) que a dívida do Estado ao Serviço de Saúde do Pessoal da PSP, da ordem dos 25 milhões de euros, será saldada em breve, adiantou ao Correio da Manhã Alberto Torres, presidente daquela organização policial.
12 de Junho de 2002 às 00:29
A dívida do Estado alcança os 25 milhões de euros
A dívida do Estado alcança os 25 milhões de euros
A ASPP foi recebida em audiência para apresentar um conjunto de ideias, expressa num documento de seis páginas que alerta para a necessidade de a PSP melhorar os meios materiais e de proceder a alterações de cariz profissional.

"Sentimos abertura do ministro, que vai reunir-se outra vez connosco, em breve. Informou-nos também que está em vias de se solucionar as dívidas ao nosso serviço de saúde, através do orçamento rectificativo", indicou-nos Alberto Torres.

Segundo o presidente da ASPP, o Estado regista dez meses de atraso no pagamento das comparticipações de saúde a médicos, clínicas, hospitais e pessoal da PSP, o que gera desconforto. "Já nos recusam a prestação de serviços", acrescenta.

Renovar instituição

A reunião de hora e meia com o ministro Figueiredo Lopes serviu para a ASPP entregar um memorando em que reclama um investimento na área das comunicações rádio, do parque automóvel, do material informático e das instalações. "Há equipamentos envelhecidos e em número reduzido", referiu Alberto Torres.

O documento, com 39 pontos, aponta ainda a urgência em reparar "situações de injustiça" decorrentes da transformação das diuturnidades em escalões e da aplicação no novo estatuto do pessoal da PSP.

"Elementos com cinco anos de serviço e com 15 ficaram no mesmo escalão", explica. "Há colegas com 32 anos de serviço efectivo que pararam no quinto escalão e outros com 22 que atingiram o sexto."

Outras reivindicações são tabelas únicas nos 'gratificados' e a criação de normas de avaliação curricular que permitam promover mil agentes com os respectivos quatro anos de serviço cumpridos em Março.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)