Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Governo paga 11 milhões de euros para manter SIRESP a funcionar

Solução entra em vigor a partir de 30 de junho e por um período máximo de 18 meses.
Correio da Manhã 15 de Maio de 2021 às 10:37
SIRESP
SIRESP FOTO: Paulo Cunha/Lusa

A indemnização compensatória de 11 milhões de euros aprovada pelo Conselho de Ministros destina-se assegurar o funcionamento da rede SIRESP no âmbito da solução transitória após 30 de junho e por um período máximo de 18 meses.

Num comunicado hoje divulgado, o Ministério da Administração Interna refere que a atribuição de uma indemnização compensatória de 11 milhões de euros à empresa SIRESP S.A. foi aprovada em Conselho de Ministros eletrónico, destinando-se "a garantir, durante o segundo semestre deste ano, o cumprimento das obrigações de interesse e serviço públicos relativas ao Sistema Integrado das Redes de Emergência e Segurança de Portugal (SIRESP)".

A decisão foi aprovada no mesmo dia em que o Presidente da República promulgou o decreto-lei do Governo que define o modelo transitório de gestão, operação, manutenção, modernização e ampliação da rede SIRESP, sendo que esta solução se destina a assegurar o "funcionamento ininterrupto" daquela rede "após 30 de junho de 2021 e por um período máximo de 18 meses".

Ver comentários