Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Greve nos registos e notariado com adesão entre os 85 e os 90%

Trabalhadores reivindicam a isenção e a qualidade da profissão.
Lusa 14 de Agosto de 2019 às 13:52
O presidente do Sindicato Trabalhadores dos Registos e Notariado
O presidente do Sindicato Trabalhadores dos Registos e Notariado FOTO: Vítor Mota

O Sindicato dos Trabalhadores dos Registos e do Notariado (STRN) apontou esta quarta-feira que a adesão à greve no setor está situada nos 85 a 90%, reafirmando que "está em causa o futuro, a isenção e a qualidade da profissão".

"Exige-se justiça e equidade salarial e que sejam revistas as assimetrias existentes entre trabalhadores. Exigimos que o Governo assuma a atualização salarial que prometeu. Exigimos salários correspondentes às responsabilidades e tarefas que os trabalhadores têm. Lembramos que trabalhamos em exclusividade de funções, estando-nos vedada qualquer prática paralela. Está em causa o futuro, a isenção e a qualidade da profissão", disse o presidente do STRN, Arménio Maximino.

O dirigente sindical, que falava aos jornalistas junto à Conservatória do Registo Comercial do Porto, fez um balanço de uma greve de cinco dias que teve início na segunda-feira, tendo avançado que adesão atual, a nível nacional, é de 85 a 90%.

Sindicato dos Trabalhadores dos Registos e do Notariado STRN trabalho greve
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)