Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Greves param ligações fluviais no Tejo

As greves dos trabalhadores da Soflusa e da Transtejo paralisaram esta manhã as ligações fluviais entre a margem sul do rio Tejo e Lisboa, anunciou uma fonte do Sindicato dos Trabalhadores dos Transportes Fluviais, Costeiros e da Marinha Mercante.
3 de Maio de 2005 às 08:22
Greves param ligações fluviais no Tejo
Greves param ligações fluviais no Tejo FOTO: Arquivo CM
As paralisações, que vão manter-se nos próximos dias, afectaram quatros ligações fluviais, nomeadamente: Trafaria – Belém, Seixal – Terreiro do Paço, Montijo – Terreiro do Paço e Cacilhas – Cais do Sodré.
Os mestres das embarcações da Soflusa estão em greve desde o dia 27 de Abril até à próxima quarta-feira, por dois períodos, de manhã, entre as 05h00 e as 08h00, e à tarde, entre as 18h00 e as 20h00), em protesto por aumentos salariais entre os 60 e os 80 euros.
Por sua vez, na Transtejo a paralisação abrange todos os trabalhadores e foi convocada entre hoje e a próxima quinta-feira, decorrendo também em dois períodos: entre as 06h00 e as 10h00 e entre as 17h00 e as 19h50.
Os trabalhadores da Transtejo reclamam salários, prémios e subsídios iguais aos que são praticados na Soflusa. Para tentar minimizar os efeitos da greve, foram disponibilizados transportes alternativos em todas as ligações afectadas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)