Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Greves podem chegar às praias no Verão

A Federação Portuguesa de Concessionários de Praia (FPCP) promete levar a contestação aos areais, no Verão. Caso não seja alterada a legislação que obriga cada concessão a ter dois nadadores salvadores e um auxiliar, os concessionários ameaçam com uma greve nacional, logo em Julho.
4 de Maio de 2010 às 00:30
Proprietários de concessões de todo o País ameaçam fazer greve quando as praias têm mais procura
Proprietários de concessões de todo o País ameaçam fazer greve quando as praias têm mais procura FOTO: Miguel Veterano Júnior

"Estamos à espera da marcação, esta semana, de uma reunião já pedida ao Ministério da Defesa", explicou ao CM Francisco Barbosa, da Associação de Concessionários do Algarve (AISCOMA) e membro da direcção nacional da FPCP. "Se nada for feito, não ameaçamos, fazemos mesmo greve", acrescenta, referindo que inicialmente seria feita uma paragem "de oito dias, logo em Julho, para dar tempo para outras formas de luta".

"Metade dos concessionários no Algarve não consegue suportar a despesa com dois nadadores salvadores mais um auxiliar, como obriga a lei", continua Francisco Barbosa, "e a nível nacional a percentagem até será maior", calcula. "Queremos que volte ao que existia anteriormente, com a obrigatoriedade de existir apenas um nadador salvador com um auxiliar". Os concessionários queixam-se ainda da falta de nadadores salvadores, o que leva os existentes a pedirem mais dinheiro para trabalhar.

Marques Ferreira, comandante da Zona Marítima do Sul, recusa esta última queixa, referindo que "estão a decorrer actualmente cinco cursos e ainda deverão ser feitos mais um ou dois". Sobre a obrigatoriedade de existirem dois nadadores salvadores por concessão diz que "a lei é para ser cumprida".

PORMENORES

VENCIMENTOS

Cada nadador salvador ganha entre 800 e 1000 euros por mês mas o encargo de cada um para os concessionários varia entre 1500 e 1700 euros.

CONCESSÕES

Existem em toda a costa nacional cerca de 350 concessões com toldos – que exigem a presença de um auxiliar. No Algarve, são de 120 a 130, refere a AISCOMA.

INTEGRAÇÃO

Marques Ferreira defende que uma solução pode ser a constituição de planos integrados de segurança entre concessionários da mesma praia.

Ver comentários