Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

GRIPE CHEGA AOS PORCOS

A estirpe mortal do vírus da gripe aviária foi descoberta em porcos na China pela primeira vez, o que constitui motivo de preocupação internacional por poder facilitar a sua transmissão ao homem.
21 de Agosto de 2004 às 00:00
As autoridades de saúde portuguesas estão atentas ao evoluir da situação e especialistas, ouvidos pelo CM, asseguram que a transmissão do vírus não é feita por consumo da carne mas por contacto directo com o animal infectado.
“Não foi só a primeira vez na China, mas a primeira vez no Mundo que a estirpe H5N1 foi descoberta nos porcos, sublinhou um responsável do Laboratório Nacional de Investigação sobre a Gripe Aviária, Chen Hualan.
A Organização Mundial de Saúde (OMS) advertiu no princípio do ano que o vírus H5N1 poderia matar milhões de pessoas no caso de se combinar com o vírus da gripe humana, e que esse risco aumentaria se o porco fosse portador do H5N1, já que o seu organismo pode acolher tanto vírus animais como humanos.
“É possível e até previsível a transmissão do vírus das aves ao porco, o que aumenta a possibilidade de transmissão humana, pois é mais um elo na cadeia”, afirma ao CM o epidemiologista Henrique de Barros, docente na Faculdade de Medicina do Porto.
Este especialista assegura que a transmissão do vírus não se faz através do consumo da carne de um animal infectado, mas sim através do contacto directo com um animal doente ou quando uma pessoa está numa atmosfera de risco.
Lembra ainda que o vírus da gripe das aves não é transmitido de pessoa para pessoa e que “é importante que seja quebrada a transmissão do vírus na cadeia entre os animais, antes de chegar ao homem”.
A Direcção-Geral de Saúde está a acompanhar a situação juntamente com o Centro Nacional da Gripe, segundo fonte contactada pelo nosso jornal, que adiantou que o problema da eventual transmissão do vírus H5N1 do porco ao homem está na sua recombinação. Como medidas preventivas, a comunidade científica internacional está a trabalhar nas vacinas contra a gripe.
Ver comentários