Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Grua inclinada corta duas ruas

O perigo de queda de uma grua – com cerca de 70 metros e pesando entre quatro a cinco toneladas –, numa obra na avenida Miguel Bombarda, centro de Lisboa, levou ontem o Regimento de Sapadores a isolar o local e cortar a artéria onde a mesma está montada e a rua Marquês de Tomar.
21 de Agosto de 2011 às 00:30
A inclinação da grua, causada por um desnível na base, é visível ao longe. O perigo de queda levou ao corte do trânsito nas duas avenidas que passam junto à obra
A inclinação da grua, causada por um desnível na base, é visível ao longe. O perigo de queda levou ao corte do trânsito nas duas avenidas que passam junto à obra FOTO: Diogo Pinto

Os bombeiros constataram que existia um desnível de cinco centímetros na base da grua, que no último lanço se traduz num desnível de quase dois metros.

Um casal morador na zona estava a chegar de férias e reparou no dispositivo de primeira intervenção dos Sapadores. Já não entraram em casa.

"Isto tem sido um inferno. Mesmo sem licença, trabalham o fim-de-semana todo, de manhã à noite. Durante a semana não vemos o mínimo de respeito pelas condições de segurança", desabafavam alguns residentes na zona.

Foi chamada a Polícia Municipal e a Protecção Civil. O encarregado chegou rapidamente à obra e confirmou que a grua estava mesmo desnivelada. Foi estabelecido um perímetro de segurança, com o corte do trânsito e, à hora de fecho desta edição, avaliava-se a necessidade de desmontar a grua e de retirar os moradores dos prédios vizinhos.

grua inclinação obras perigo lisboa
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)