Baião chora morte da guarda prisional morta a tiro por acidente

Vítima, de 32 anos, foi atingida mortalmente por uma bala na zona do peito durante treino anual de tiro.
Um disparo acidental matou Carla Amorim, de 32 anos, esta terça-feira de manhã, quando a guarda prisional participava numa ação de formação que estava inserida no treino anual de tiro, junto ao Estabelecimento Prisional de Paços de Ferreira.

O acidente ocorreu pelas 11h00, numa carreira de tiro – quando uma bala disparada por um instrutor atingiu de forma fatal o peito da vítima.

No local, equipas médicas do Hospital de Penafiel e os bombeiros de Paços de Ferreira ainda fizeram todos os esforços para tentar reanimar a vítima, natural de Baião, mas o óbito da vítima foi declarado ainda na cadeia, por volta das 12h30.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!