Guardas prisionais em vigília em frente ao Palácio de Belém

Guardas montaram uma tenda nos jardins em frente à Presidência da República.
Por Lusa|07.12.18
  • partilhe
  • 0
  • +
O Sindicato Nacional do Corpo da Guarda Prisional está esta noite numa vigília em frente ao Palácio de Belém, em Lisboa, para pedir a intervenção do Presidente da República no sentido de o Governo desbloquear a negociação do estatuto de carreira.

Numa ação que coincide com o primeiro de 13 dias de greve, os guardas prisionais montaram uma tenda nos jardins em frente à Presidência da República, ficando na zona até sexta-feira de manhã, tendo, entretanto, recebido a garantia da Casa Civil do Presidente de que serão recebidos na próxima segunda-feira.

Em declarações à agência Lusa, o presidente do sindicato, Jorge Alves, explicou que a iniciativa é para apelar ao chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, para intervir junto do Governo para este cumprir o compromisso assumido em abril passado pela ministra da Justiça para negociar o estatuto da carreira e que agora o primeiro-ministro mandou bloquear.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!