Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Guardava ouro em baú

Durante um ano e meio, cerca de dois mil euros de peças em ouro, provenientes do furto a uma ourivesaria de Queluz, estiveram escondidos num baú, dentro do quarto de uma jovem de 17 anos, residente em Mem Martins, Sintra. Anteontem, militares do posto da GNR de Trajouce recuperaram o material, alegadamente ali depositado pelo namorado da rapariga, que anda agora foragido no Algarve.
19 de Novembro de 2005 às 00:00
O material apreendido
O material apreendido FOTO: d.r.
Uma denúncia anónima levou uma equipa de militares da GNR à casa suspeita. “Com a autorização do proprietário, foi possível efectuar uma busca, que culminou com a descoberta num baú de inúmeras peças, todas em ouro e estimadas em dois mil euros”, disse ao CM fonte policial. A jovem confessou que o ouro lhe tinha sido entregue pelo namorado, um jovem de 21 anos.
O indivíduo, ao que o CM apurou, está referenciado pela participação num furto a uma ourivesaria de Queluz, ocorrido em Junho de 2004 e estimado em 225 mil euros. A jovem foi conduzida ao posto de Trajouce e submetida a Termo de Identidade e Residência. O namorado anda foragido no Algarve e, para além da GNR, tem ‘à perna’ a PSP de Oeiras, Cascais, e Sintra.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)