Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já

Guerra no DIAP: PJ afasta Morgado e Vilar

Saiba o que esteve na origem do afastamento de Cândida Vilar.
3 de Abril de 2014 às 00:30
Exclusivos
Cândida Vilar geriu vários conflitos ao lado de Maria José Morgado, que agora lhe retirou apoio
Cândida Vilar geriu vários conflitos ao lado de Maria José Morgado, que agora lhe retirou apoio FOTO: Mariline Alves/Pedro Catarino/Filipa Couto

Segundos depois de ter caído varado por uma rajada de 20 tiros de metralhadora que lhe destruíram as pernas, o sobrevivente identificou a um agente da PSP o autor do crime, num ajuste de contas por tráfico de droga, em 15 de novembro do ano passado. Reativa, a procuradora Cândida Vilar, que coordenava o combate ao crime violento no DIAP de Lisboa, ordenou que Sandro Silva, suspeito, fosse encontrado. E a PSP apanhou-o.

Foi esta detenção, em poucos dias, que levou a uma participação contra ...

< br />
Exclusivos

Assinatura Digital

Acesso ao e-paper, a todos os conteúdos exclusivos do site no pc, tablet e smarphone
Assine já 1 mês/1€
Para ler este e todos os EXCLUSIVOS DE HOJE no site por 0.60€ + IVA Obtenha o seu código de acesso com uma simples chamada telefónica

ou
UTILIZE O
Maria José Morgado Cândida Vilar metralhadora Justiça DIAP crime violento Sandro Silva
Ver comentários
Hoje nas bancas
Capa do Dia
A primeira página do Correio da Manhã e o acesso ao e-paper Ver todas as
primeiras páginas
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)