Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Heliporto vai ter edifício de apoio

Mais de 1,3 milhões de euros vão ser investidos em dois quartéis de bombeiros da região e no Heliporto Municipal de Loulé. Estas intervenções serão comparticipadas por fundos comunitários. O Governo já homologou os contratos.
2 de Outubro de 2011 às 01:00
Maior investimento, na ordem dos 869 mil euros, será feito no Heliporto Municipal de Loulé
Maior investimento, na ordem dos 869 mil euros, será feito no Heliporto Municipal de Loulé FOTO: direitos reservados

O investimento mais vultuoso, na ordem dos 869 mil euros, diz respeito ao heliporto de Loulé, onde operam um helicóptero de emergência médica do INEM, dotado de uma equipa permanente, e um da Protecção Civil. O projecto prevê a construção de um edifício polivalente, constituído por dois pisos, com quartos para as tripulações, recepção, central de comunicações, entre outras funcionalidades.

De acordo com José Graça, vice-presidente da autarquia, as obras começarão ainda este ano e deverão estar concluídas no prazo de um ano.

Em Silves, o quartel dos bombeiros voluntários da cidade será ampliado, nomeadamente na zona das camaratas. O investimento ultrapassa os 400 mil euros e as obras deverão estar concluídas no final do próximo ano.

O outro quartel da região que beneficiará de melhorias e ampliação é o dos bombeiros voluntários de Lagoa. Os trabalhos, orçados em cerca de 70 mil euros, já estão em curso, devendo ser concluídos ainda no corrente ano.

loulé heliporto edifício bombeiros
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)