Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Helis parados disponíveis para época de fogos

Certeza é do Ministério da Administração Interna.
23 de Abril de 2015 às 13:51
Segundo o MAI, dos cinco helicópteros KAMOV do Estado, dois estão operacionais
Segundo o MAI, dos cinco helicópteros KAMOV do Estado, dois estão operacionais FOTO: Nuno André Ferreira

O Ministério da Administração Interna (MAI) garantiu esta quinta-feira que os três helicópteros KAMOV parados para operações de manutenção e testes vão estar disponíveis para a época de incêndios florestais.


Segundo o MAI, dos cinco helicópteros KAMOV do Estado, dois estão operacionais, outros dois em operações de manutenção e reparação e um ainda em testes depois de ter sido reparado.


O esclarecimento do MAI surge após o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) ter anunciado, na quarta-feira, que deixou de ter disponíveis os dois helicópteros Kamov de transporte de doentes e essa suspensão durará as próximas seis semanas.


Esta paragem estará relacionada com a transferência de gestão dos helicópteros da ANPC para a empresa Everjets, que ganhou este ano o concurso público de operação e manutenção dos aparelhos.


Em comunicado, o MAI refere que todas "as operações de manutenção, reparação e alteração dos termos contratuais dos serviços prestados por outras entidades, foram planeadas no sentido de não prejudicar a integração destas aeronaves no DECIF (Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Florestais)".


O MAI adianta que, no âmbito do protocolo INEM, ANPC e EMA (Empresa de Meios Aéreos), a Autoridade Nacional de Proteção Civil informou o INEM da indisponibilidade para o empenhamento em missões deste instituto das aeronaves até ao início do DECIF de 2015, o que corresponde às referidas seis semanas.

Ministério da Administração Interna MAI helis
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)