Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Homem acusado de asfixiar mulher até à morte em Braga culpa namorada pelo crime

Arguido e companheira são acusados de matar Maria da Graça para ficar com um apartamento.
Correio da Manhã 15 de Setembro de 2021 às 14:42
A carregar o vídeo ...
Homem acusado de asfixiar mulher até à morte em Braga culpa namorada pelo crime
Júlio Araújo, acusado pelo Ministério Público de matar Maria da Graça Ferreira com a ajuda da companheira, disse esta quarta-feira em tribunal que foi a namorada quem cometeu o crime. 

O casal é acusado de matar Maria da Graça, de 69 anos. Júlio Araújo e Maria Helena Rita terão asfixiado a mulher na cama, com recurso a um pano com lixivia. Júlio Araújo mantinha uma relação amorosa com a vítima com o objetivo de beneficiar dos bens de que dispunha.

O arguido foi ouvido em tribunal e negou ter tido qualquer intenção de matar a amante. Júlio Araújo falou durante mais de duas horas e meia e diz ter sido ameaçado para não contar nada e por isso ajudou a ocultar o cádaver. 

A companheira de Júlio, Maria Helena Rita, decidiu não prestar declarações.
Júlio Araújo Braga Maria da Graça crime lei e justiça tribunal
Ver comentários