Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Homem ateou 60 fogos e sai em liberdade

Ouvido no tribunal, e depois de o pai do arguido ter garantido que o vai vigiar, foi solto.
L.R. 24 de Novembro de 2018 às 09:53
A carregar o vídeo ...
Ouvido no tribunal, e depois de o pai do arguido ter garantido que o vai vigiar, foi solto.
O juiz de instrução criminal do Tribunal de Marco de Canaveses libertou, esta sexta-feira, um marceneiro, de 40 anos, indiciado de ter ateado 60 fogos florestais nos últimos nove meses, em Astromil, Paredes. Ouvido no tribunal, e depois de o pai do arguido ter garantido que o vai vigiar, foi solto. Está obrigado a apresentar-se periodicamente na GNR de Paredes.

O incendiário - que só não ateou fogos durante o mês de setembro por estar medicado - foi detido quinta-feira pela PJ e confirmou ter usado sempre um isqueiro. Na terça-feira anterior tinha tentado fazer explodir a casa da tia, ligando a garrafa de gás ao fogão, mas, como não resultou, voltou no dia seguinte e, após partir um vidro, ateou fogo às cortinas. Algumas horas depois, entrou também na moradia de um vizinho e colou acendalhas a arder no quadro elétrico ateando novo incêndio.
Ver comentários