Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Homem condenado por matar em contramão

Matou motociclista, depois de andar cerca de dez quilómetros em contramão, numa Via Rápida da Madeira.
17 de Maio de 2013 às 13:34

O homem de 47 anos que provocou a morte de um motociclista, quando circulava em contramão na Via Rápida da Madeira, foi condenado, esta sexta-feira, a dois anos e oito meses de prisão, pelo Tribunal Judicial de Santa Cruz.

O acidente ocorreu a 11 de Junho de 2010 num túnel de Santa Cruz, depois de o arguido, Carlos Teixeira, ter entrado na Via Rápida em sentido contrário. Depois de cerca de dez quilómetros a conduzir na via errada, embateu em um motociclo, causando uma violenta explosão que projetou a vítima para cima do separador central. Antes do embate o arguido já se tinha cruzado com várias viaturas, quase embatendo em duas delas.

Carlos Teixeira, de 47 anos, foi condenado por um crime de homicídio por negligência, na forma grosseira, e absolvido do crime de condução perigosa.

A defesa do arguido informou que vai recorrer da decisão.

morte arguido condenado contramão via rápida Madeira acidente túnel
Ver comentários