Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Homem de 52 anos arrisca cadeia por ter pornografia infantil

Arguido tinha em casa imagens de sexo com crianças. É julgado por 826 crimes de pornografia de menores.
Ana Palma 9 de Março de 2020 às 08:41
Pornografia Infantil
Pornografia infantil
Pornografia Infantil
Pornografia infantil
Pornografia Infantil
Pornografia infantil
O Ministério Público pediu a condenação, a pena de prisão, de um homem de 52 anos que está acusado de usar equipamentos informáticos para visionar e partilhar imagens e filmes de abusos sexuais de crianças com menos de 14 anos. No total, o arguido está acusado da autoria de 826 crimes de pornografia de menores, na sua maioria agravados.

O julgamento decorreu à porta fechada, mas o CM apurou que o arguido admitiu ter visionado e descarregado as imagens para o seu telemóvel. Afirmou, contudo, que não as partilhou e adiantou pensar que se tratava de um ‘chat’ para adultos.

De acordo com a Acusação, a que o CM teve acesso, o arguido, que se encontra em prisão preventiva "deve ser considerado reincidente", uma vez que, em março de 2018, já tinha sido condenado à pena de dois anos de prisão, suspensa na sua execução, com regime de prova, pelo mesmo tipo de crimes.

Segundo o Ministério Público, o arguido fazia parte de um grupo de partilha de ficheiros de conteúdo de abuso sexual de crianças. A Polícia Judiciária apreendeu três telemóveis com fotografias e vídeos de crianças em poses eróticas e a praticar atos sexuais. O arguido incorre numa pena de prisão até aos sete anos e seis meses.
Ministério Público crime lei e justiça prisão
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)