Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Homem detido após tentar limpar terreno através do uso de fogo

Suspeito acabou por "perder o controlo do fogo" e "provocou o incêndio", que "consumiu uma área de 2.500 metros quadrados de mato".
21 de Março de 2019 às 15:25
A carregar o vídeo ...
Suspeito acabou por "perder o controlo do fogo" e "provocou o incêndio", que "consumiu uma área de 2.500 metros quadrados de mato".
A GNR de Monte Real, em Leiria, deteve um homem de 64 anos suspeito da prática do crime de incêndio florestal, anunciou hoje o Comando Territorial.

Numa nota de imprensa, a GNR informa que, através do Posto Territorial de Monte Real, a GNR deteve em flagrante delito um homem de 64 anos, que estava a fazer a limpeza do terreno com fogo.

Segundo esta organização militar, "após a denúncia de um possível incêndio florestal, os militares identificaram o autor do mesmo, apurando que o incêndio teve origem na limpeza de um terreno, através do uso de fogo".

O comandante do Destacamento Territorial de Leiria, capitão André Gonçalves, explicou à Lusa que o suspeito estava a realizar uma queimada, sem ter pedido autorização prévia à Câmara Municipal, como exige a atual legislação.

"Além do pedido de autorização, este tipo de ação tem de ser acompanhada no terreno por técnicos credenciados para a utilização do fogo", acrescentou André Gonçalves, afirmando que tal não sucedeu.

O homem "não só não comunicou à autarquia a realização da queimada, como colocou o fogo na propriedade sozinho para limpeza do seu terreno".

Acabou por "perder o controlo do fogo" e "provocou o incêndio", que "consumiu uma área de 2.500 metros quadrados de mato".

Os militares procederam à detenção do autor do incêndio, tendo remetido os factos ao Tribunal Judicial de Leiria.

Esta ação contou com o apoio do Núcleo de Proteção Ambiental de Leiria.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)