Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Homem que matou ex-companheira com um machado diz que "não sabia o que estava a fazer"

"A minha mulher insultou-me e fiquei humilhado", argumentou o arguido em julgamento.
Paulo Jorge Duarte 26 de Outubro de 2021 às 10:22
A carregar o vídeo ...
Arranca julgamento de homem que matou a ex-companheira com um machado no Tribunal da Feira
Um homem, de 55 anos, começou a ser julgado, está manhã de terça-feira, no Tribunal da Feira, por ter matado a ex-companheira.

O arguido confessou, ao coletivo de juízes, que arremessou um machado, durante uma discussão, na direção de Maria Deolinda Silva, sem intenção de a matar. O casal estava em casa em Santa Eulália, Arouca.

"A minha mulher insultou-me e fiquei humilhado. Atirei o machado, não sabia o que estava a fazer, estava tresloucado", argumentou o arguido.

O arguido golpeou Maria Deolinda Silva, de 47 anos, com um machado, em Santa Eulália, Arouca. O casal, que estava em processo de divórcio, tinha dois filhos, de 20 e 31 anos, em comum.

Na primeira audiência, cerca de vinte familiares, marcaram presença envergando uma t-shirt com a foto estampada de Maria Deolinda Silva.
Maria Deolinda Silva Tribunal da Feira Tribunal da Feira julgamentos crime lei e justiça
Ver comentários