Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Homem persegue e esfaqueia o namorado da filha

Arguido não aceitava relação amorosa e agrediu o jovem, no Porto.
Ana Silva Monteiro, Liliana Rodrigues e P.J.D. 20 de Fevereiro de 2019 às 01:30
Arguido à  saída do Tribunal de Instrução Criminal do  Porto
Homem esfaqueia o genro em Campanhã
Homem esfaqueia o genro em Campanhã
Marcas da agressão violenta em plena via pública
Arguido à  saída do Tribunal de Instrução Criminal do  Porto
Homem esfaqueia o genro em Campanhã
Homem esfaqueia o genro em Campanhã
Marcas da agressão violenta em plena via pública
Arguido à  saída do Tribunal de Instrução Criminal do  Porto
Homem esfaqueia o genro em Campanhã
Homem esfaqueia o genro em Campanhã
Marcas da agressão violenta em plena via pública
Discordava da relação que a filha mantinha com um homem de 24 anos - do qual tem um filho, de 3 anos -, perdeu a cabeça e esfaqueou o jovem nas costas, segunda-feira à noite, no Bairro do Lagarteiro, em Campanhã, no Porto.

Depois, fugiu do local, mas acabou por ser detido, horas mais tarde, pela Polícia Judiciária. O homem, de 42 anos e nacionalidade brasileira, foi esta terça-feira presente a um juiz no Tribunal de Instrução Criminal do Porto. Ficou em prisão preventiva.

A discussão começou ainda no interior da casa do agressor, que estava acompanhado pelo casal. Os jovens acabaram por abandonar a habitação, mas foram perseguidos pelo arguido.

Munido com uma faca de cozinha, o indivíduo deu duas facadas nas costas do namorado da filha, em plena via pública. De seguida, fugiu do local, mas viria a ser detido.

Ao Correio da Manhã, vários vizinhos disseram que ficaram em pânico com a agressão violenta e que viram o agressor a fugir e a apanhar um autocarro que tinha como destino o Bairro do Cerco, também na cidade do Porto.

Foram os moradores do Lagarteiro que chamaram as autoridades. A vítima foi socorrida pelo INEM e transportada para o Hospital de S. João, onde foi sujeita a uma cirurgia.

Ao que o CM conseguiu apurar, o jovem está fora de perigo.

A PSP foi ao local. O agressor não tinha antecedentes criminais. Indiciado de tentativa de homicídio, fica a aguardar julgamento na cadeia.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)