Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Homem que agredia turistas e residentes na ilha da Culatra em Faro vai ser julgado

Suspeito de 32 anos está acusado de 19 crimes.
22 de Janeiro de 2019 às 17:13
Tribunal
Ilha da Culatra
Núcleo do Farol, na Ilha da Culatra
Tribunal
Ilha da Culatra
Núcleo do Farol, na Ilha da Culatra
Tribunal
Ilha da Culatra
Núcleo do Farol, na Ilha da Culatra
Um homem acusado de agredir vários turistas e moradores da ilha da Culatra, no concelho de Faro, no verão passado, vai ser julgado por um tribunal coletivo, informou esta terça-feira o Ministério Público de Faro.

O homem, de 32 anos, residente no núcleo dos Hangares daquela ilha-barreira da Ria Formosa, está acusado de dezanove crimes de violação de domicílio, ameaça, ofensa à integridade física, dano, furto e roubo, alguns deles agravados.

Segundo a acusação, os factos ocorreram entre 17 de julho e 30 de setembro de 2018 em diversos núcleos habitacionais da ilha, tendo sido ofendidos diversos moradores e turistas, lê-se na nota publicada no sítio da internet daquele organismo.

O arguido, que tem antecedentes criminais, foi submetido a um processo de perícia médico-legal do foro psiquiátrico que concluiu pela sua imputabilidade penal, o que significa que tem consciência e pode ser responsabilizado pelos seus atos.

O processo foi arquivado relativamente a diversos factos suscetíveis de constituir crimes de ameaça, furto e ofensa à integridade física, que terão ocorrido na mesma altura, pois os ofendidos ou não apresentaram queixa ou desistiram da queixa.

A investigação foi dirigida pelo Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) do Ministério Público de Faro, coadjuvado pela Polícia Marítima.

O arguido encontra-se em prisão preventiva.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)