Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Homem sobrevive 19 horas ao relento

Vítima foi apanhar cogumelos e caiu numa vala com quatro metros, em Penela.
Paula Gonçalves 29 de Novembro de 2019 às 08:31
Homem sobrevive 19 horas ao relento em Penela
Autoridades fizeram buscas para encontrar homem de 72 anos desaparecido em Penela
Homem sobrevive 19 horas ao relento em Penela
Autoridades fizeram buscas para encontrar homem de 72 anos desaparecido em Penela
Homem sobrevive 19 horas ao relento em Penela
Autoridades fizeram buscas para encontrar homem de 72 anos desaparecido em Penela
Arlindo Santos, de 72 anos, sobreviveu uma noite ao frio e à chuva numa zona florestal em Grocinas, Penela, após ter caído numa vala com quatro metros de profundidade. Foi localizado 19 horas depois de ter desaparecido, com sinais de hipotermia, mas sem ferimentos. "Estava consciente, mas um pouco debilitado", referiu Rui Silva, o capitão da GNR que coordenou as buscas.

Arlindo Santos, que reside em Figueiró dos Vinhos, esteve a apanhar cogumelos durante a tarde de quarta-feira e falou com a mulher a última vez pelas 18h00. "Disse-me que o carro estava atolado e que ia tentar chegar à estrada", conta a mulher, Ildalina Santos.  


Entretanto ficou sem bateria no telemóvel. A mulher avisou a GNR que, com os bombeiros de Penela, fez buscas durante a noite, sem detetar sinais do homem. Na manhã de quinta-feira, foi localizado o veículo na floresta. Pelas 15h00, foi encontrado na vala, coberto por silvas.

"É muito friorento e tinha quatro casacos vestidos. Foi o que lhe valeu", diz a mulher, ao lembrar que o marido "ia bem-disposto".
Rui Silva Arlindo Santos Grocinas GNR Penela acidentes e desastres questões sociais
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)