Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Homem toca-se durante velório e ataca PSP ao murro

Sem-abrigo de 40 anos masturbou-se à porta de um velório na igreja de Arroios, em Lisboa.
S.A.V. 13 de Junho de 2019 às 01:30
Igreja de Arroios, em Lisboa
PSP
PSP
PSP
Igreja de Arroios, em Lisboa
PSP
PSP
PSP
Igreja de Arroios, em Lisboa
PSP
PSP
PSP
Um sem-abrigo de 40 anos masturbou-se à porta de um velório na igreja de Arroios, Lisboa, e insultou as pessoas de luto.

Quando foi abordado por um agente da PSP disse que era "uma vergonha fazerem aquilo [velório]" junto ao local onde dorme e esmurrou o polícia na testa. Foi um dos seis detidos nos últimos dias pela PSP de Lisboa por agressões a agentes.

A situação passou-se na noite de sábado.

O PSP estava de gratificado num arraial quando foi chamado por uma cidadã, que o alertou para o facto de estar um homem a tocar-se e a insultar quem estava no velório.

Um outro foi detido, terça-feira, por espancar um PSP e um GNR de folga que o avisaram para não urinar na rua, no Martim Moniz.

Em Arroios, agentes chamados a ruído numa festa foram esmurrados, obrigando a reforços. Antes, um homem atacou um PSP com uma chave de fendas num despejo.

Uma mulher de 47 anos agrediu um polícia chamado quando ela bateu no companheiro.

O último detido, numa rixa familiar, deu pancada no peito do PSP.
igreja de Arroios Lisboa GNR PSP crime lei e justiça questões sociais polícia prisão
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)