Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Homens portugueses assumem infidelidade

Um em cada quatro homens portugueses (24,6%) trai regulamente a sua parceira, enquanto entre as mulheres apenas 6% dizem ser infiéis com frequência. Há ainda 17,9% de homens que dizem trair ‘raramente’, o que dá um total de 42,5% que assume a infidelidade. Já entre as mulheres, só 15,8% (6% 9,8%) o assumem. Estes dados resultaram de um estudo elaborado pela Eurossondagem para o canal Odisseia, a propósito da série documental ‘Melhor Sozinho ou Acompanhado?’, que estreia dia 6 de Fevereiro.
21 de Janeiro de 2009 às 00:30
Apesar de muitos não esconderem que são infiéis, a maioria de homens e mulheres afirma que nunca traiu
Apesar de muitos não esconderem que são infiéis, a maioria de homens e mulheres afirma que nunca traiu FOTO: direitos reservados

O sexólogo Júlio Machado Vaz aconselha cautela, até porque o inquérito foi feito por telefone. 'Uma coisa é responder numa folha de forma anónima, outra é estar a falar com alguém. É sempre de desconfiar destes resultados', disse ao CM. As mulheres tendem a responder menos, com 20,2% a integrarem a categoria ‘não sabe/não responde’, contra apenas 4,7% dos homens. 'Entre essas mulheres que não respondem é de crer que muitas traíram', diz Machado Vaz.

Ainda assim, a maioria dos homens (52,8%) garante que nunca foi infiel, número que entre as mulheres sobe para 64%.

Quanto à frequência com que se pratica sexo, entre os homens 9,7% respondem 'diariamente' e 59,5% '2-4 vezes por semana'. No caso das mulheres, os números descem, respectivamente, para 6,8% e 30,9%. Entre elas, 33,8% não respondem, contra apenas 15,2% de homens. 'A máxima segundo a qual os homens defendem a honra falando e as mulheres calando continua actual', conclui Machado Vaz.

NOTAS

PERCEIROS

Entre os homens 28,2% dizem que tiveram mais de 10 parceiras. Só 4,6% de mulheres o dizem. Mas 38,8% delas não respondem, contra 15,8% de homens.

ADOPÇÃO

A adopção de crianças por parte de casais homossexuais é rejeitada por 46,3%, aprovada por 32,5% e 21,2% não respondem, sem grandes diferenças entre sexos.

FICHA TÉCNICA

O estudo baseou-se em 710 entrevistas telefónicas. O universo é a população do Continente com mais de 15 anos e telefone fixo. Erro máximo de 3,68%.

 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)