Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Homicida condenado por violar uma menor

Manuel Monteiro matou prima da namorada e feriu esta última. Acórdão é lido na 5ª-feira.
Nelson Rodrigues 3 de Outubro de 2016 às 08:27
Homicida condenado por violar uma menor
Manuel Monteiro, que na próxima quinta-feira conhece, no Tribunal de Vila Real, o acórdão por dois crimes de homicídio, tem um longo cadastro. Pouco tempo antes de ter atingido a tiro a ex-namorada, Marta (21 anos), e de ter assassinado a prima desta, Joana (de 23), numa pastelaria, no Pinhão, em Alijó, em abril de 2015, o arguido violou uma menor a quem tinha dado boleia.

Este caso foi julgado no Tribunal de Penafiel e Manuel Monteiro foi condenado em dezembro último - numa altura em que já estava em preventiva à ordem do processo de homicídio - a 5 anos e meio de cadeia.

O homem de 31 anos terá agido depois de uma conhecida sua, menor de idade, lhe ter pedido boleia até casa. Em vez disso, Manuel levou a vítima a um local ermo e atacou-a. A condenação, que só recentemente chegou aos autos do processo das mortes no Pinhão e que foi alvo de recurso para o Supremo, foi confirmada ao CM pela Procuradoria-geral.

Esta violação da menor foi mesmo referida pela procuradora do Ministério Público durante as alegações finais do processo, em Vila Real, em que foi pedida pena máxima para o arguido. A magistrada enumerou o passado criminal do homem, que conta com 21 registos, dos quais fazem ainda parte, além da violação e dos dois homicídios (um consumado, outro na forma tentada), crimes de furto qualificado, roubo, sequestro, condução sem carta de condução, posse de arma proibida e violação de domicílio.
Manuel Monteiro Tribunal de Vila Real Pinhão Tribunal de Penafiel Vila Real julgamentos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)