Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Homicida em fuga caçado do Algarve

Detido atacou na autoestrada, com a ajuda de um cúmplice, dois homens que seguiam numa viatura.
Miguel Curado 1 de Julho de 2020 às 08:36
Algemas
Algemas FOTO: Getty Images
O detido atacou na autoestrada, com a ajuda de um cúmplice, dois homens que seguiam numa viatura. Enquanto o detido matou a tiro uma das vítimas, a outra foi espancada pelo segundo ladrão. Roubaram 13 mil reais (cerca de 2150 euros ao câmbio atual).

O homicida foi detido ainda no Brasil, pouco tempo após o crime, e constituído arguido. No entanto, por razões desconhecidas à Justiça portuguesa, apenas foi julgado e condenado a 30 anos de cadeia em 2014. Mal soube da sentença, fugiu do país.

Desconhece-se o seu percurso até que, em finais de 2018, chegou a Portugal. Refugiou-se na zona de Monte Gordo, onde passou despercebido. Só em março deste ano é que a Procuradoria portuguesa recebeu da sua congénere brasileira um mandado internacional de captura do homicida.

A Unidade de Informação Criminal da PJ entrou em campo e apanhou-o no final da semana passada. Já está na cadeia de Lisboa, em confinamento devido à Covid-19, onde aguarda que a Justiça brasileira peça a sua extradição no prazo, prorrogável, de 40 dias.
Algarve Justiça
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)