Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

“Homicida estava ilegal”

O irmão de Teresa Mendes, a mulher de 34 anos que foi morta a tiro pelo ex-marido à porta de casa em São Marcos, no Cacém, acusa o sistema judicial de nada ter feito para evitar a tragédia que deixou duas crianças, de 14 e 12 anos, órfãs de mãe.
28 de Dezembro de 2009 às 00:30
Isidro Gomes perdeu a irmã
Isidro Gomes perdeu a irmã FOTO: Pedro Catarino

"A minha irmã já tinha apresentado dezenas de queixas contra o assassino [Euclides Silva Varela]. Os polícias até já a cumprimentavam na rua de tantas vezes que ia à esquadra. Mas nunca ninguém fez nada. Nem repararam que ele estava ilegal em Portugal e andava armado", lamenta Isidro Gomes.

Segundo o CM apurou, Euclides Varela cumpriu sete anos de prisão em Cabo Verde pela morte – à facada e no interior de uma esquadra – da antiga namorada. "Depois veio para Portugal e perseguiu a Teresa até a matar", acusa Isidro. 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)