Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Homicida condenado a 20 anos de prisão

Homem matou ex-companheira é suspeito de ter morto o ex-cunhado.
2 de Março de 2015 às 12:43
Moisés Fonseca foi condenado a 20 anos de prisão
Moisés Fonseca foi condenado a 20 anos de prisão FOTO: D.R.

O Tribunal de Lisboa Oeste, em Sintra, condenou esta segunda-feira um homem acusado do homicídio da ex-companheira à facada, em Monte Abraão, a uma pena de 20 anos de prisão efetiva e a indemnizar o filho da vítima.

Segundo o acórdão, Moisés Fonseca, de 45 anos, foi condenado por ter assassinado a ex-companheira com uma facada e por afogamento na banheira da sua residência.

O arguido, tradutor de profissão, estava acusado de um crime de homicídio qualificado pela morte da ex-companheira, 41 anos, encontrada morta, a 02 de março de 2014, com uma ferida de arma branca no abdómen, na banheira da sua residência.

A Polícia Judiciária deteve Moisés Fonseca dias depois após a descoberta do corpo de Carla Santos, apesar de este alegar que passou o período em que ocorreu a morte com o filho de ambos.

O arguido é ainda suspeito da morte e ocultação do corpo do irmão da vítima, que desapareceu três meses antes, caso que está em investigação num processo autónomo.

Moisés Fonseca Monte abraão prisão
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)