Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Homossexualidade verificada em 450 espécies

Todos os fenómenos da sexualidade humana, da poligamia à homossexualidade, passando pelo aborto e pelo divórcio, são também observados noutras espécies animais, foi uma das conclusões apresentadas ontem na Universidade Lusófona, na conferência ‘A sexualidade dos animais’. Estudos revelam que a preferência por indivíduos do mesmo sexo é comum em 450 espécies.
20 de Fevereiro de 2005 às 00:00
“Muitas coisas consideradas bizarras entre os humanos nas sociedades actuais acontecem na natureza”, notou Américo Baptista, director do departamento de Psicologia do Mestrado em Sexologia da Universidade Lusófona.
Baseando-se numa grande diversidade de trabalhos científicos sobre a matéria, Baptista mostrou exemplos de comportamentos relativamente normais em aves, minhocas, borboletas, peixes, sapos, leões, macacos e outros. “O que podemos aprender com os animais é o seguinte: sexo é uma coisa e reprodução é outra”, sublinhou.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)