Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Hospital cobra taxa moderadora por engano

Administração hospitalar reconheceu o erro e regularizou a situação da cobrança indevida.
13 de Abril de 2014 às 17:06
Nelson Arraiolos não se conforma com a cobrança da taxa
Nelson Arraiolos não se conforma com a cobrança da taxa FOTO: Carlos Barroso

O Centro Hospitalar de Lisboa Norte, que inclui o Hospital de Santa Maria, cobrou indevidamente a taxa moderadora por uma consulta a um doente que se encontra abrangido pela isenção do pagamento, devido a insuficiência económica. A unidade reconheceu o erro após um pedido de esclarecimento do CM e, entretanto, regularizou a situação.

Nelson Arraiolos, 41 anos, residente em Bombarral, mostrou-se revoltado com a cobrança da taxa moderadora relativa a uma consulta de neurologia, que se realizou a 25 de fevereiro de 2013.

"Não me conformo com a carta que o hospital me enviou para me cobrar 7,75 euros. Contesto não tanto pelo valor mas pela cobrança, porque o sistema informático do hospital devia ter a informação de que sou isento", afirmou Nelson Arraiolos, que sofre de uma doença rara denominada Charcot Marie-Tooth, que afeta os nervos sensoriais periféricos.

Fonte da administração hospitalar reconheceu ao CM que a "cobrança não condiz com a situação de benefícios do utente, visto estar isento desde 1 de janeiro de 2012". No Registo Nacional de Utentes, o doente mantém o regime de insuficiência económica até 30 de setembro de 2014.

hospital pagamento isenção Hospital de Santa Maria
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)