Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

"Ia fazer queixa"

Mário Silva está desaparecido após ter morto a mulher junto à casa do novo namorado.
16 de Agosto de 2013 às 01:00
Mário Silva, ex-companheiro da vítima, continua desaparecido após ter assassinado a mãe do seu filho a sangue frio

Martim, de apenas oito anos, andava a servir de ‘arma’ no divórcio. O pai, Mário Silva, deixou-o entregue aos avós e foi fazer uma espera a Mara Lameira, a Chelas, Lisboa, à casa do suposto novo namorado. Na manhã de anteontem, matou-a à facada. "Estava previsto ela ir nesse dia encontrar-se com familiares para apresentar queixa na PSP, pois era ameaçada por ele. Até parece que já tinha havido perseguições de carro", disse fonte próxima da família.

O homicida encontra-se à solta. Para proteção, as autoridades decidiram levar a criança temporariamente para uma instituição. "Nem os familiares sabem para onde foi levado", disse a mesma fonte ao CM.

A relação de Mário e Mara terá chegado ao fim há pouco mais de um mês. "Há uma semana assinaram o divórcio, mas o processo ainda não estava concluído", relata a fonte, realçando o facto de que "ninguém da família sabia que ela estava com outra pessoa. Foram todos apanhados de surpresa com isto".

Mário Silva, que trabalhava numa fábrica de painéis solares e também como estafeta na Telepizza, terá mesmo confidenciado a um amigo, há poucos dias, que a mulher, auxiliar de ação médica no Hospital Pulido Valente, tinha uma relação extraconjugal há cerca de quatro anos com um colega de trabalho.

Segundo o Correio da Manhã apurou, os familiares desconheciam qualquer outra relação de Mara. Além do mais, Mário Silva era muito bem aceite na família. "Ele era muito dedicado. Era bastante próximo do filho e cuidava muito bem dele. Ele até arranjou um segundo emprego para poder dar uma vida melhor à Mara e ao filho. Isto está a ser um grande choque para toda a família."

Mário Silva Mara Lameira Chelas morte
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)