Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

IAVE afinal quis pagar só 80%

Email às escolas confirma que devolução seria só de 80%.
Bernardo Esteves 16 de Maio de 2015 às 21:25
Cerca de seis mil alunos não puderam realizar os testes por causa da greve de professores
Cerca de seis mil alunos não puderam realizar os testes por causa da greve de professores FOTO: Bruno Colaço
O Instituto de Avaliação Educativa (IAVE) afinal informou mesmo as escolas de que só iria devolver 80% do valor pago pelos alunos impedidos de fazer os testes de Cambridge devido à greve de professores. Um email enviado às escolas, a que o CM teve acesso, refere que só seria devolvido 80% dos 25 euros (12,5 € no caso de alunos com apoio) despendidos para obter o certificado.

O IAVE tinha garantido na 5.ª feira ao CM que iria devolver 100%, depois de a Escola Prof. José Augusto Lucas, em Linda-a-Velha (Oeiras), ter informado os pais de que só seria pago 80% do valor. "A escola decidiu por iniciativa própria sem ter recebido indicação nesse sentido", justificou o IAVE. Agora, confrontado com o email, o instituto alega que este se destinava "exclusivamente às escolas, pelo que a informação enviada aos pais não foi feita por indicação do IAVE". E frisa que está a informar as escolas de que pagará 100%.

A Fenprof e outras sete estruturas sindicais prolongaram até dia 30 a greve ao serviço da Cambridge, prevendo que as orais não ficarão concluídas até dia 22. A plataforma anunciou uma manifestação de professores para 20 de junho em Lisboa.
Instituto de Avaliação Educativa Cambridge professores escolas Fenprof educação
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)