Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Idosa amarrada durante assalto

Nem os 86 anos de Deolinda abrandaram a violência do assaltante. A idosa foi atacada dentro de casa, na zona isolada do Cerro do Enho, em Castro Marim, amarrada e violentamente agredida.
16 de Fevereiro de 2010 às 00:30
Deolinda ficou com hematomas na cara e na cabeça. Está com o marido na casa da filha até recuperar do susto
Deolinda ficou com hematomas na cara e na cabeça. Está com o marido na casa da filha até recuperar do susto FOTO: Luís Costa

O assalto violento, que já está a ser investigado pela Polícia Judiciária (PJ), aconteceu na manhã de sábado, por volta das 08h00, e continua na memória da idosa, que estava sozinha em casa. "O meu marido tinha saído para ir ao mercado quando comecei a ouvir os cães a ladrar. Quando fui ver o que era fui agarrada e arrastada para dentro de casa", recordou ao CM a mulher de 86 anos.

Dentro de casa viveu um verdadeiro pesadelo. "Amarrou-me as pernas e os braços e, como eu não tinha dinheiro para lhe dar, deu--me com a cabeça no chão", explica Deolinda, que não compreende o porquê de tanta violência. "Eu disse-lhe que não tinha dinheiro mas continuou a bater-me e a dizer que me matava se não lhe dissesse onde estava o dinheiro", lembra a vítima.

O pesadelo de Deolinda durou quase uma hora e só terminou depois de o assaltante, que actuou de cara tapada e de luvas, ter revirado toda a casa de uma ponta à outra.

Depois de tanta violência, o assaltante levou 15 euros que a idosa tinha na carteira, porque não havia mais dinheiro em casa. O marido, Jacinto, encontrou Deolinda já desamarrada mas coberta de sangue. A mulher teve de ser assistida no Hospital de Faro, devido aos ferimentos na cara e no corpo.

As autoridades, que aconselham os idosos que vivem em zonas isoladas a não ficarem sozinhos em casa, suspeitam que o assaltante tenha actuado com a ajuda de uma segunda pessoa, que ficou na rua.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)