Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

IDOSO FOI NA CANTIGA E ENTREGOU 7500 EUROS

Um idoso de 76 anos, residente em Évora, foi anteontem vítima de um conto do vigário que o deixou sem 7500 euros. Dois desconhecidos foram responsáveis pelo infortúnio de Francisco Galego, um homem que ficava espantado quando ouvia que alguém se tinha deixado enganar. “Nunca pensei que isto me pudesse acontecer”, desabafou ao CM.
10 de Julho de 2003 às 00:40
Pouco passava das 09h30 de terça-feira quando um indivíduo o abordou para lhe perguntar se sabia onde morava determinado mestre de obras. Francisco respondeu que não e nessa altura apareceu outro homem a quem o primeiro fez a mesma pergunta, que lhe disse não conhecer mas que tinha um tio com o mesmo ofício que talvez soubesse.
Palavra puxa palavra e o primeiro explicou que precisava de encontrar o tal mestre porque o seu pai, às portas da morte, tinha confiança nesse homem pelo que queria dar-lhe 12 500 euros – que simulou transportar consigo –, para que ele os distribuísse pela Santa Casa da Misericórdia e por dois comerciantes.
A vítima e o segundo elemento decidiram então acompanhá-lo a casa do suposto tio. "Nessa altura o segundo homem disse que o faria mas como o outro indivíduo tinha consigo muito dinheiro não queria ir sozinho e pediu-me para ir", explicou.
Após chegarem a casa do suposto tio souberam da ‘morte’ do mestre de obras. Face a este ‘contratempo’, o primeiro indivíduo simulou falar com o pai, que lhe teria dito que, se os dois homens que acompanhavam o filho eram sérios, então eles podiam ficar com o dinheiro, dar cinco mil euros à Santa Casa da Misericórdia e dividir o restante por eles.
"O que tinha o dinheiro disse que nos daria a tal quantia se nós mostrássemos possuir bens. O outro homem foi ao banco e disse trazer 10 mil euros e eu levantei 7500.”
O dinheiro foi colocado numa bolsa, confiada ao lesado, mas quando este a abriu já só tinha papéis no interior. “Os dois já tinham desaparecido”, contou-nos o idoso.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)