Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Igualdade de direitos

Termina hoje, às 10h00, junto ao edifício do Governo Civil do Distrito de Faro, a aventura de José Leonês Lima, um paraplégico, que atravessou praticamente todo o País numa cadeira de rodas (sistema de triciclo).
21 de Agosto de 2007 às 00:00
 José Lima quis chamar a atenção para falta de oportunidades dos deficientes
José Lima quis chamar a atenção para falta de oportunidades dos deficientes FOTO: Rui Filipe Moreira
Este deficiente, de 53 anos, com oitenta por cento de incapacidade, percorreu cerca de 731 quilómetros, desde Viana do Castelo, de onde partiu no dia 1 de Agosto,
Realizou, até à capital algarvia, 21 etapas, percorrendo diariamente entre 35 a 40 quilómetros, neste veículo improvisado, uma cadeira de rodas adaptada com pedais manuais e uma espécie de caixa de velocidades. Formado em electrónica a nível superior, José Leonês Lima foi quadro em empresas de electrónica industrial, mas está desempregado há três anos.
Inscrito no Centro de Desemprego, queixa-se de “ver que as portas fecham-se logo que apareço em cadeira de rodas”, o que motivou este protesto mediático contra a desigualdade de oportunidades para com os cidadãos portadores de deficiência.
José Leonês Lima está a acabar de escrever o seu terceiro livro, “para ganhar a vida”, confessa, revoltado, porque “tenho habilitações suficientes para dar formação em electrónica ou electricidade”
Com o apoio de várias edilidades, entre elas a de Faro, José Leonês Lima conseguiu levar a efeito esta jornada, que assinala o ‘Ano Europeu de Igualdade de Oportunidades” e que tem como objectivo “ser um grito de protesto contra a discriminação das pessoas portadores de deficiência”, salienta.
PLATAFORMA ELEVATÓRIA
A recepção a José Leonês Lima será aproveitada pelo Governo Civil de Faro para dar início ao funcionamento de uma plataforma elevatória no seu edifício. Um investimento de cerca de 25.000 euros vai permitir transportar duas pessoas em cadeiras de rodas, em simultâneo , do rés-do-chão para o 1º andar, cumprindo, em antecipação, a lei que obriga os edifícios públicos, no espaço de dez anos, a resolveram as acessibilidades dos cidadãos com mobilidade reduzida.
Idália Moniz, secretária de Estado Adjunta e da Reabilitação, presidirá à cerimónia, que decorre esta manhã e em que intervirá, igualmente, Isilda Gomes, Governadora Civil de Faro.
PORMENORES
RECEPÇÃO
José Leonês Lima será recebido em São Brás de Alportel, às 09h00, junto à GNR local. Formar-se-á então uma comitiva que o acompanhará nas últimas dezenas de quilómetros até ao Governo Civil de Faro, escoltado pela Brigada de Trânsito da GNR responsável pela segurança em toda a viagem.
ADAPTADO
Durante a cerimónia de recepção será apresentado o ‘Programa Regional de Desporto Adaptado’. Dora Guerreiro, técnica do Governo Civil, terá oportunidade de salientar as acções já desenvolvidas e os objectivos futuros deste programa.
PROJECTO
Na cerimónia, João Rocha, director adjunto e Catarina Vargas, responsável dos Recursos Humanos, do Grupo Auchan, vão apresentar um projecto de apoio a pessoas deficientes.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)