Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Ilegais detidos em ‘espelunca’

Quatro ucranianos que vivem em condições miseráveis foram detidos por estarem ilegais no País, na madrugada de ontem, nas Caldas da Rainha, numa operação conjunta da PSP e do SEF. Os quatro homens, bem como três brasileiros detidos em casas de diversão nocturna, com idades entre os 24 e os 55 anos, foram levados a tribunal.

10 de Maio de 2009 às 00:30
Os quatro ucranianos estavam numa instalação fabril desactivada
Os quatro ucranianos estavam numa instalação fabril desactivada FOTO: Carlos Barroso

A operação policial, tendo em vista a prevenção e o combate à imigração ilegal, começou às 22h00 de sexta-feira e envolveu 26 elementos da PSP e do SEF. Até às 04h00 de ontem, foram fiscalizados quatro estabelecimentos de diversão nocturna e duas instalações fabris desactivadas, que agora servem de abrigo não só a estrangeiros ilegais, mas também a outras pessoas sem recursos. Além dos quatro ucranianos, foram detectados dois portugueses toxicodependentes.

"Quando entrámos [nas instalações fabris desactivadas] já sabíamos o que íamos encontrar, mas preocupa-me haver pessoas a viver naquelas condições", disse ao CM o subcomissário Jorge Martins, comandante da PSP das Caldas da Rainha, adiantando que, "nestas situações, procuramos contactar instituições que possam prestar apoio a estas pessoas", que "têm dificuldade em arranjar trabalho, não só por estarem ilegais mas também pela idade [50 anos], acabando por procurar abrigo nestes locais sem quaisquer condições de acolhimento".

Foram ainda notificados sete estrangeiros para abandonarem voluntariamente o País ou para regularizarem a sua situação.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)