Imigrante condenada por tentativa de casamento de conveniência

Tribunal de Braga condenou estrangeira a multa. 'Noivo' português já tinha sido condenado.
Por Lusa|12.01.18
Imigrante condenada por tentativa de casamento de conveniência
Tribunal de Braga Foto Direitos Reservados
O Tribunal de Braga condenou uma mulher estrangeira a pena de sete meses de prisão, substituída por multa de 750 euros, pelo crime de casamento de conveniência, na forma tentada, anunciou hoje o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).

Em comunicado, o SEF refere que a arguida "pretendia obter autorização de residência em Portugal" e, só com esse objetivo, "convenceu" um homem português a casar-se com ela.

Acrescenta que nenhum dos dois tinha qualquer intenção de constituir família e passar a viver como cônjuges, "pois não mantinham nem pretendiam manter nenhuma relação amorosa ou de afinidade".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!