Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

IN VITRO PODE NÃO RESULTAR EM TRINTONAS

Após os 35 anos, a mulher tem menos hipóteses de engravidar, mesmo recorrendo a tratamentos de fertilidade. Os problemas que dificultam uma concepção natural também afectam as tentativas de fertilização ‘in vitro’, revela um estudo francês.
24 de Junho de 2004 às 00:00
A fertilização ‘in vitro’ “não compensa o natural declínio da fertilidade depois dos 35 anos”, adverte o epidemiologista Henri Leridon, que desenvolveu as suas investigações no Instituto Francês de Saúde e Investigação Médica.
A sua investigação traça as dificuldades de uma mulher em dar à luz, desde a forma natural até recorrer à fertilização ‘in vitro’ e diz quais as possibilidades de uma gravidez de forma natural, no prazo de um ano: 75% aos 30 anos, 66% aos 35 anos e 44% aos 40 anos.
As percentagens de gravidezes através da fertilização ‘in vitro’ são mais reduzidas: 30% aos 30 anos, 24% aos 35 anos e apenas 17% aos 40 anos.
“Sabíamos que a mulher ia perdendo capacidade de fertilidade com o passar dos anos, mas não se sabia que as percentagens eram tão baixas na fertilização ‘in vitro’. Supunha-se que chegariam aos 40 por cento”, diz ao CM Carlos Santos Jorge, presidente da Sociedade Portuguesa de Obstetrícia e Ginecologia.
O especialista aconselha: “Logo que a mulher tome a decisão [de querer engravidar] deve iniciar o tratamento, porque quanto mais cedo inicia o processo mais fortes são as probabilidades de êxito”.
CAUSAS DA INFERTILIDADE
As causas da infertilidade da mulher são variadas, sendo as mais frequentes o processo inflamatório com obstrução das trompas e alteração ou dificuldade na ovulação, segundo o especialista Carlos Santos Jorge, da Sociedade Portuguesa de Obstetrícia e Ginecologia.
A infertilidade não é exclusiva da mulher, aliás, o número de homens inférteis têm vindo a aumentar nos últimos anos um pouco por todo o Mundo, incluindo em Portugal. Estima-se que a infertilidade conjugal corresponda actualmente a 48% nos homens e 52% nas mulheres.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)