Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Incêndio destrói edificio de clube fluvial em Odemira

Dirigentes suspeitam de fogo posto.
Joaquim Bernardo 9 de Outubro de 2021 às 11:02
 Incêndio destruiu Clube Fluvial em Odemira
Incêndio destruiu Clube Fluvial em Odemira FOTO: Luís Guerreiro

Um incêndio destruiu esta madrugada, por completo, as instalações do Clube Fluvial Odemirense, situadas junto ao Rio Mira, em Odemira.

O alerta foi dado às 5h27, e quando os Bombeiros de Odemira chegaram ao local já o edifício estava tomado pelas chamas.

"O alerta foi dado às 5h27, e quando chegámos ao local já o edifício estava todo tomado pelas chamas. Ficou tudo destruído, desde as embarcações, os acessórios de navegação e os equipamentos de ginásio" explicou Luís Oliveira, comandante dos Bombeiros de Odemira.

Ilídio Soares, presidente do Clube Fluvial Odemirense confirmou ao CM que "apontamos para um prejuízo de 100 mil euros, o pior foi que perdemos o trabalho de 30 anos em poucos minutos, arderam cerca de 60 embarcações que estavam guardadas e o ginásio ficou completamente destruído".

O dirigente não suspeita de ninguém, mas acredita que se tratou de fogo posto. "Acredito que se tratou de fogo posto, de um crime, já que a nossa embarcação de apoio estava fora do sítio e estava colocada por dentro a impedir a abertura do portão".

A Polícia Judiciária esteve no local e vai investigar a origem do incêndio.

O Clube Fluvial Odemirense que foi fundado em 1984, conta atualmente com meia centena de atletas de vários escalões, que ficaram sem condições para treinar e competir.

No combate às chamas estiveram os Bombeiros Voluntários de Odemira com 10 operacionais, apoiados por 5 viaturas.


Odemira Clube Fluvial Odemirense Beja Lusa questões sociais acidentes e desastres incêndios
Ver comentários
}