Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Incêndio destrói oficina de carros

"Ficou tudo destruído." Desolado, António Rodrigues, dono da oficina Toniauto, em Sever do Vouga, olhava ontem de manhã para o seu negócio reduzido a cinzas. Os prejuízos rondam os 500 mil euros e as causas do fogo estão a ser investigadas. Quatro funcionários ficaram sem trabalho.
30 de Junho de 2012 às 01:00
Chamas destruíram todo o interior da oficina, deixando um cenário desolador para o dono
Chamas destruíram todo o interior da oficina, deixando um cenário desolador para o dono FOTO: Amandia Queiros

Faltavam poucos minutos para as nove horas quando, no interior da oficina, deflagrou o incêndio, que acabou por atingir também a fábrica Ferreira Aves, situada ao lado da Toniauto. A empresa, de abate de aves, ficou com um dos armazéns e alguns anexos consumidos pelas chamas. Os mais de 60 funcionários da empresa foram evacuados, não havendo registo de feridos.

Cerca de 55 bombeiros, de seis corporações, e 19 viaturas estiveram durante mais de duas horas no local, combatendo um fogo que, segundo Vítor Machado, comandante dos Bombeiros Voluntários de Vale de Cambra, provocou bastantes preocupações, em especial devido "às dificuldades nos acessos e ao perigo de propagação" das chamas. No combate, dois bombeiros acabaram por sofrer queimaduras ligeiras na face, que foram tratadas no local.

Durante o fogo foram ouvidas várias explosões, que, segundo os bombeiros, foram provocadas por botijas de gás e pneus guardados no interior da oficina.

António Rodrigues, que diz não ter qualquer intenção de reabrir o negócio, não tem explicação para o sinistro. O empresário garante que ninguém trabalhava na zona onde o fogo deflagrou e que não existia material inflamável naquela área.

fogo destrói oficina automóveis
Ver comentários