Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Incêndio destruiu fábrica

Um incêndio reduziu a cinzas, ontem de madrugada, uma fábrica de plásticos em Modelos, Paços de Ferreira. Cerca de 20 funcionários têm agora os postos de trabalho em risco, apesar de o dono garantir que "não vai baixar os braços" e de ter prometido que vai tentar retomar a laboração rapidamente.
11 de Agosto de 2009 às 00:30
Empresa, com cerca de 900 metros quadrados, reduzida a cinzas
Empresa, com cerca de 900 metros quadrados, reduzida a cinzas FOTO: Alexandre Panda

"Parecia um inferno. Havia chamas de 30 metros. Não conseguíamos estar perto das nossas casas por causa do calor que rebentou com um vidro da minha habitação e uma tampa do contador da água", explicou ao CM Abel da Silva, emigrante a passar férias numa casa frente à fábrica, no lugar de Gisetal.

O incêndio, que mobilizou 60 bombeiros de cinco corporações, começou cerca da 01h30. "Quando chegámos a casa já sentimos cheiro a borracha queimada, mas ainda não ardia nada. Poucas horas depois é que disparou o alarme", contou a moradora Fernanda Silva.

As causas do incêndio ainda são desconhecidas, mas os bombeiros de Paços de Ferreira suspeitam de que as chamas tenham tido origem em máquinas que fazem um pré-aquecimento automático durante a noite.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)