Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Incêndio em prédio atinge Jardim Botânico

As chamas começaram num edifício, apenas habitado por sem-abrigos, na rua da Alegria, em Lisboa, ontem por volta das 12h20. Uma mulher de 51 anos ficou ferida e teve mesmo de receber tratamento no Hospital S. José por causa de queimaduras no corpo e inalação de fumos. O fogo espalhou-se até ao Jardim Botânico, atingindo palmeiras.
6 de Outubro de 2011 às 01:00
Bombeiros prepararam moradores de prédios contíguos para risco de chamas atingirem habitações
Bombeiros prepararam moradores de prédios contíguos para risco de chamas atingirem habitações FOTO: Pedro Catarino

"Há muito que andávamos a avisá-los para não acenderem velas e fogueiras. Por pouco não morríamos todos queimados", acusou Maria de Lurdes Alves, que ficou assustada com o incêndio. "Quando vi que estava tudo a arder comecei a gritar e chamei os bombeiros", continuou a testemunha. A rua foi cortada e os carros estacionados foram retirados pela PSP. O incêndio só foi dado como dominado a meio da tarde. No local estiveram 41 homens dos Bombeiros Sapadores de Lisboa, apoiados por nove viaturas.

Joaquim Leitão, comandante dos Sapadores, sublinhou que as causas do fogo não estavam ainda apuradas. "É precoce adiantar para já as causas do fogo. Estiveram empenhados vários bombeiros. Avisámos as pessoas dos prédios contíguos que poderiam ser evacuados. Mas acabou por não ser necessário tirar as pessoas de casa, porque felizmente o fogo não avançou para o lado que era previsto", disse.

O comandante avançou ainda que uma das grandes preocupações dos bombeiros, no local, foi proteger o Jardim Botânico. No entanto, uma palmeira ardeu por completo.

LISBOA INCÊNDIO JARDIM BOTÂNICO EDIFÍCIOS BOMBEIROS CARROS
Ver comentários