Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Incêndio mata cinco mil pintos

Um incêndio destruiu ontem de madrugada um aviário, provocando a morte a cinco mil pintos e milhares de euros de prejuízo, na localidade de Cambra, concelho de Vouzela.

4 de Outubro de 2008 às 00:30
Fernanda Ferreira junto ao aviário destruído ontem de madrugada por um violento incêndio
Fernanda Ferreira junto ao aviário destruído ontem de madrugada por um violento incêndio FOTO: Nuno André Ferreira

O alerta para as chamas foi comunicado às 02h00 por um popular que passou de carro numa estrada e se apercebeu do "forte clarão" das chamas. Quando os bombeiros chegaram ao local já nada puderam fazer para salvar as aves, limitando-se apenas a impedir que as chamas se propagassem ao edifício contíguo.

Para Paulo Teixeira, segundo comandante dos Bombeiros Voluntários de Vouzela, o facto de o alerta ter sido recebido muito tarde dificultou o socorro.

"Chegámos muito tarde ao incêndio. As chamas já tinham tomado por completo o edifício. Depois o tecto ruiu e acelerou as labaredas", refere Paulo Teixeira, salientando que os trabalhos de rescaldo só terminaram às 04h00.

Os cinco mil pintos mortos entraram no aviário poucas horas antes do início do fogo. Fernanda Ferreira, de 65 anos, proprietária do aviário, disse ao CM que os prejuízos "são muito elevados", pelo que o marido pondera acabar com a actividade. "Não sei se vamos ter força de vontade para reconstruir o aviário, que já tinha vinte anos", adiantou a agricultora.

As chamas foram combatidas por 14 bombeiros e quatro viaturas.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)