Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Incêndio provoca desespero e morte de criador de gado

José Belo, de 62 anos, ficou sem comida para alimentar rebanho de 400 ovelhas.
Alexandre Salgueiro 2 de Setembro de 2017 às 10:34
Amigos em choque com a morte
José Belo ficou sem pasto para gado
Amigos em choque com a morte
José Belo ficou sem pasto para gado
Amigos em choque com a morte
José Belo ficou sem pasto para gado
A tragédia abateu-se duplamente sobre a aldeia de Frexes, Trancoso, no início da semana. Depois do incêndio ter reduzido a cinza mais de metade da floresta da freguesia, os moradores foram surpreendidos pela morte do maior criador de ovelhas da aldeia.

José Belo, 62 anos, proprietário de quase 400 cabeças de gado, ficou desesperado depois de perder as pastagens para o gado, duas quintas e os silos onde guardava comida para os animais e pôs termo à vida.

Conhecido por ‘Ti Zé Bezerra’, José Belo encostou uma caçadeira ao peito e disparou duas vezes.

Na aldeia, ninguém duvida dos motivos. "Já no domingo, enquanto o incêndio consumia as suas propriedades, viram-no muito abalado. Perguntava o que seria da sua vida e como iria alimentar os animais", recorda o amigo Germano Nunes.
Ver comentários