Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Incêndios deixam dez desalojados

Casal com quatro filhos perdeu tudo o que tinha após fogo em casa, na Maia. Horas depois, no Porto, chamas destruíram moradia onde viviam dois casais.
9 de Agosto de 2013 às 01:00
Sapadores do Porto acorreram à rua Dom João de Castro, após incêndio em moradia
Sapadores do Porto acorreram à rua Dom João de Castro, após incêndio em moradia FOTO: Rafaela Cadilhe

Dez pessoas desalojadas e duas casas destruídas pelo fogo. A madrugada e o início da manhã de ontem foram de pânico, com incêndios registados na Maia e no Porto. As vítimas – entre as quais duas crianças e dois adolescentes – viram praticamente tudo o que tinham ser consumido pelas chamas.

O primeiro caso registou-se na rua Nova de Corim, em Águas Santas, na Maia. Pelas 03h30, uma menina de apenas 12 anos deu o alerta: acordou em pânico, sufocada pelo fumo. Gritou pelos pais e pelos irmãos, de 13, 14 e 16 anos. "Se ela não tivesse acordado, podia ter sido uma tragédia maior. Podiam ter morrido", disse ao CM António Meireles, familiar e vizinho das vítimas.

A família foi retirada de casa por uma escada dos bombeiros, através da janela do 1º andar. O fogo, que começou numa sala por razões desconhecidas, consumiu tudo o que tinham. Durante o dia, vizinhos e familiares acolheram as vítimas. Ofereceram comida e roupa lavada.

No Porto, pelas 06h20, o alerta chegou ao quartel dos bombeiros sapadores. Na rua Dom João de Castro, o primeiro andar de uma casa estava a ser levado pelas chamas. O morador, de 62 anos, teve de receber tratamento hospitalar – sofreu queimaduras nas costas e num braço.

A mulher, com 57 anos, escapou ilesa, mas ficou muito abalada com o trágico incêndio, de causas também desconhecidas. O teto da moradia acabou mesmo por cair, desalojando ainda outro casal, no rés do chão. O fogo foi extinto em 45 minutos.

incêndios desalojados Maia Porto moradia
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)