Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

GIPS da GNR recebe novas viaturas para fiscalização e combate

Viaturas foram adquiridas no âmbito de um dos 16 programas criados para a operacionalização da Estratégia Portugal 2020.
Lusa 26 de Maio de 2018 às 17:35
Ação do GIPS da GNR no Pinhal de Leiria
Ação do GIPS da GNR no Pinhal de Leiria
Ação do GIPS da GNR no Pinhal de Leiria
Ação do GIPS da GNR no Pinhal de Leiria
Ação do GIPS da GNR no Pinhal de Leiria
Ação do GIPS da GNR no Pinhal de Leiria
Ação do GIPS da GNR no Pinhal de Leiria
Ação do GIPS da GNR no Pinhal de Leiria
Ação do GIPS da GNR no Pinhal de Leiria

O Grupo de Intervenção Proteção e Socorro (GIPS) da GNR recebeu oito novas viaturas todo-o-terreno para reforçar as ações de fiscalização florestal e combate de primeira intervenção em incêndios, indicou este sábado o Ministério da Administração Interna (MAI).

Em comunicado, o ministério tutelado por Eduardo Cabrita adianta que as viaturas, entregues na sexta-feira, foram adquiridas no âmbito do POSEUR (Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos), um dos 16 programas criados para a operacionalização da Estratégia Portugal 2020.

Segundo o MAI, o POSEUR no domínio de intervenção prioritário "redução dos incêndios florestais" inclui o apoio à aquisição de veículos operacionais de proteção e socorro, tendo em vista o reforço da capacidade de resposta operacional do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais (DECIR).

O MAI refere ainda que o apoio financeiro neste domínio visa garantir a operacionalidade do dispositivo de segurança, contribuindo para responder às necessidades de investimento em equipamentos e estruturas operacionais.

Os GIPS da GNR foram este ano reforçados, passando de 594 para 1.064 elementos, e vão estar no combate aos fogos em todos os distritos do Continente e na Região Autónoma da Madeira.

Criados em 2006, os GIPS da GNR são uma das principais apostas do Governo para o combate e prevenção dos incêndios.

A Estratégia Portugal 2020 é um acordo de parceria estabelecido entre Portugal e a Comissão Europeia que reúne a atuação dos cinco Fundos Europeus Estruturais e de Investimento - FEDER, Fundo de Coesão, FSE, FEADER e FEAMP - no qual se definem os princípios de programação que consagram a política de desenvolvimento económico, social e territorial para promover, em Portugal, entre 2014 e 2020.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)