Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Inocente preso por violação

Um português, 38 anos, passou os últimos quinze meses fechado num estabelecimento prisional espanhol, acusado de crimes de violação, sequestro e agressões a uma mulher espanhola, um ano mais velha. Afinal esta inventara tudo e, há dias, o suspeito recebeu a melhor prenda de Natal possível: um juiz do Tribunal de Alicante considerou-o inocente das acusações, dizendo que a mulher manteve relações sexuais de forma consentida. O português pondera agora pedir indemnização ao Estado espanhol pelo tempo que passou preso.
28 de Dezembro de 2009 às 00:30
Português de 38 anos e mulher espanhola conheceram-se num bar
Português de 38 anos e mulher espanhola conheceram-se num bar FOTO: direitos reservados

O suspeito tinha sido detido a 30 de Agosto de 2008, poucos dias depois da ocorrência dos factos, na localidade de Elda, em Alicante, e, caso fosse condenado, podia incorrer numa pena de 16 anos de prisão. No entanto, o português sempre alegou a sua inocência.

Na noite dos factos, encontrava--se dentro de um bar a tentar a sua sorte numa slot machine, quando a mulher entrou e foi pedir cinco euros a um conhecido. Depois meteu conversa com o português. Após uns breves minutos de conversa, a mulher, que terá problemas graves relacionados com o consumo de drogas, saiu do bar na companhia do português e dirigiram-se para casa deste, nas imediações daquele espaço. Nas três horas que lá estiveram, os dois mantiveram relações sexuais a troco de dez euros, que a mulher não negou ter recebido. No entanto, a mulher diz que o português violou-a, agrediu-a fisicamente, obrigou-a a tomar drogas e sequestrou-a, dado que, a certa altura, quis fugir, mas a porta do apartamento encontrava-se fechada à chave.

Na altura da denúncia à polícia local, a mulher apresentava um golpe na cabeça, mas em tribunal não ficou provado que tivesse sido o suspeito a provocá-lo. O juiz considerou que o testemunho da vítima foi ambíguo, contraditório e nada coerente. O tribunal acreditou na tese do emigrante português, que confirmou o facto de terem feito sexo a troco de dez euros, mas que diz que mais nada aconteceu nessa noite.

BURLONA LUSA ARRISCA ATÉ 20 ANOS DE CADEIA

Rosa Blake, uma portuguesa de 54 anos residente em New Jersey, nos Estados Unidos, também conhecida por Mafalda ou Rosa Vareiro, foi detida pelas autoridades norte-americanas e vai ser julgada por dezenas de fraudes cometidas contra portugueses e brasileiros que queriam obter uma autorização de residência naquele país. Arrisca ser condenada a uma pena de prisão que pode chegar aos 20 anos.

O esquema, detectado recentemente, funcionava desde 2004 e até agora os serviços de Imigração americanos já conseguiram provar 14 casos em que a portuguesa se fez passar por oficial do Governo, mas muitos mais estão sob investigação. Por mil dólares (cerca de 700 euros), Rosa garantia a emissão da carta verde (indispensável para estrangeiros que queiram residir legalmente nos EUA) e quando as vítimas se apercebiam de que estavam a ser enganadas ameaçava que conseguia a sua deportação. A maior parte das vítimas é natural dos Açores e da Madeira, mas também existem cidadãos brasileiros enganados por Rosa.

OUTROS CASOS

NICOLAS BENTO LIVRE

O emigrante português Nicolas Bento esteve dois anos preso em Inglaterra, mas foi solto após um tribunal ter declarado a sua inocência da morte da namorada, a polaca Kamila Gartzska. Num primeiro julgamento, o jovem, solto em Outubro passado, foi condenado a prisão perpétua.

CAMIONISTA CONDENADO

O camionista português Paulo Silva foi condenado, em Fevereiro, a três anos de prisão por um tribunal britânico, acusado de condução negligente na morte de uma família (casal e quatro filhos menores) na auto-estrada britânica M6. Foi extraditado para Portugal em Outubro passado e encontra-se em liberdade.

CLEMÊNCIA PARA IVO

No início de Abril de 2005, o realizador Ivo Ferreira foi detido no Dubai por posse e consumo de haxixe. Este caso assumiu contornos mediáticos e o Governo português fez um pedido de clemência ao sheik. O realizador regressou a Portugal um mês depois.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)