Inquilino acusado de negligência em fogo que feriu duas crianças

“Ele andava a queimar cobre e ardeu tudo”, garante vizinha.
13.03.18
Um dos 3 quartos do apartamento duplex, na rua Heróis do Ultramar, em Canidelo, Vila Nova de Gaia, ficou reduzido a cinzas. O incêndio, que deflagrou às 15h10 de segunda-feira naquela divisão, desalojou um homem, de 55 anos, a mulher e as filhas, de 12 e 21. A família ficou ferida, bem como uma moradora do andar de cima, por inalação de fumos. Quatro dos cinco feridos foram hospitalizados. Os vizinhos acusam o inquilino de ter provocado o incêndio.

"Ele andava sempre a queimar cobre, até dentro de casa, para vender, e agora ardeu tudo. Está sempre a trazer problemas e não nos deixa dormir. Até na mulher ele bate", contou Ana Pinto, que esta segunda-feira, já ao final da tarde, em conjunto com outros moradores, se exaltou, revoltada com o homem. A PSP não confirmou, para já, as causas do incêndio.

"A habitação duplex tem uma escada à saída do quarto onde deflagrou o incêndio, que canalizou o fumo para o piso superior. Chegámos a pensar que eram duas habitações destruídas e não uma", referiu Vítor Primo, comandante dos Sapadores de Gaia.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!