Insegurança com obras em tribunal

As obras de remodelação do Tribunal de Ourém estão a levantar problemas de segurança e a afectar o normal funcionamento da instituição. Segundo Augusto Neves, do Sindicato dos Funcionários Judiciais, "foi feito um mau planeamento dos trabalhos" e a forma como estão a decorrer as obras pode facilitar o eventual acesso de terceiros aos processos guardados no edifício. "A porta por onde entram os operários já foi encontrada aberta uma vez, o que demonstra o pouco cuidado com as questões de segurança", denunciou o dirigente sindical.
10.08.10
  • partilhe
  • 0
  • +
Insegurança com obras em tribunal
Tribunal está em obras e juízes e funcionários judiciais acusam a falta de segurança nas instalações Foto Rui Miguel Pedrosa

Os funcionários, juízes e advogados são obrigados a circular por zonas onde decorrem as obras e a trabalhar "em condições precárias". Para evitar este tipo de constrangimentos, Augusto Neves defende que podia ter sido encontrada uma forma de deslocalizar os serviços temporariamente.

"A deslocalização implicaria que se encontrasse um espaço, que pudesse albergar todo o tribunal e conservatórias, o que nem sempre é fácil de garantir", justifica o Ministério da Justiça. A tutela admite que existiram "problemas de ruído e de pó", mas que já foram "colmatados". A empreitada prevê a criação de mais uma sala de audiências e outros melhoramentos.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!