Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Inspecções mais caras

As inspecções automóveis estão desde hoje mais caras. O aumento é de 27 cêntimos nas vistorias a veículos ligeiros e 41 cêntimos nos veículos pesados, segundo uma portaria publicada ontem em Diário da República.
12 de Setembro de 2009 às 00:30
Inspecções extraordinárias aumentam 95 cêntimos
Inspecções extraordinárias aumentam 95 cêntimos FOTO: Correio da Manhã

O aumento é realizado com base na taxa de inflação prevista para 2009 e justificado pelo Governo com a actualização anual dos preços das tarifas de inspecção, reinspecção e emissão de segundas vias da ficha de inspecção. O problema é que a previsão de 2,5 por cento do Banco de Portugal para este ano, feita ainda em 2008, não se confirmou. Portugal está actualmente com uma inflação nula.

Segundo Fernando Teixeira, da Associação Nacional de Centros de Inspecção Automóvel (ANCIA), o aumento justifica-se mesmo com a inflação nula. "Os preços actualizam-se em Janeiro com base na inflação. E este ano as inspecções sofreram um atraso de nove meses nessa actualização. Se peca por alguma coisa é por atraso", refere Fernando Teixeira.

A maior subida regista-se nas inspecções extraordinárias, que aumentam 95 cêntimos e passam a custar 79,98 euros, e nas inspecções de veículos pesados, cujo aumento de 41 cêntimos eleva a tarifa para os 34,29 euros. A inspecção de veículo ligeiro passa a custar 22,91 euros, mais 0,27 cêntimos.

PORMENORES

PREÇOS

Os veículos pesados vão pagar 34,29 euros (mais 41 cêntimos), enquanto que o preço para novas matrículas é de 57,19 euros (mais 0,95 cêntimos). Nos ligeiros sobe 27 cêntimos.

IVA

A todos os valores estabelecidos na portaria acresce ainda os 20% de IVA em todos os centros de inspecção.

CORRUPÇÃO

A associação do sector tem pedido mais medidas de combate à corrupção nas inspecções, um fenómeno muito recorrente nos centros automóveis e acima dos níveis europeus.

Ver comentários